Posts do Blog

3 Erros que podem levar ao fracasso de obras de contenção

Obras de contenção são estruturas que têm o objetivo de conter maciços de solo, água ou até mesmo rejeitos. Elas são dimensionadas para suportar pressões laterais e sobrecargas, evitando desta forma a ruptura dos maciços pelo seu peso próprio ou por carregamentos externos. São largamente utilizadas em obras rodoviárias, ferroviárias, barragens, de edificações, de saneamento, entre outras.

3 Erros que podem levar ao fracasso de obras de contenção Obras de contenção são estruturas que têm o objetivo de conter maciços de solo, água ou até mesmo rejeitos. Elas são dimensionadas para suportar pressões laterais e sobrecargas, evitando desta forma a ruptura dos maciços pelo seu peso próprio ou por carregamentos externos. São largamente utilizadas em obras rodoviárias, ferroviárias, barragens, de edificações, de saneamento, entre outras.

Existem diversos sistemas de contenção que podem ser utilizados, como por exemplo, cortinas de estacas pranchas, muros de arrimo, paredes diafragma, gabiões, etc. A definição da solução deve considerar características do projeto, da geologia local e do entorno.


CUIDADOS EM OBRAS DE CONTENÇÃO
Um dos primeiros cuidados a serem tomados em estruturas de contenção é certificar-se das características do solo através de ensaios técnicos. Disponibilizamos mais informações sobre os ensaios neste artigo sobre Investigação Geotécnica.

Outros fatores a serem considerados são o planejamento de execução, tempo de uso de equipamentos alugados, presença de edificações próximas, e outros fatores que garantam uma obra não apenas segura, como também eficiente e econômica. Com base nisso, listamos três erros que podem levar ao fracasso de uma obra de contenção:


1. NÃO LEVAR EM CONSIDERAÇÃO CARGAS DE EDIFICAÇÕES PRÓXIMAS
No dimensionamento de contenções, o maior esforço solicitante geralmente é a parcela referente à força lateral causada pelo peso próprio do maciço (empuxo), entretanto, esforços causados pelo peso de edificações próximas não podem ser desconsiderados. Eles são parte do cálculo do empuxo final, e são chamadas de sobrecarga. Desta forma, não levar este fator em consideração no projeto da contenção pode vir a causar problemas na obra, necessitando reforços inesperados na estrutura.

3 erros que podem levar ao fracasso de obras de contenção


2. NÃO FAZER UM PLANEJAMENTO FÍSICO FINANCEIRO DA CONTENÇÃO
Dependendo do tipo de obra, diferentes soluções de contenção podem ser empregadas no mesmo local, como por exemplo, uma cortina de estacas prancha pode ser utilizada de forma temporária para permitir escavações no terreno e dar espaço para ser construído um muro de arrimo que será a contenção definitiva da obra. Neste caso, as estacas pranchas serão alugadas, e, portanto, o tempo que elas permanecerão no local deve ser bem planejado, isso quer dizer que todas as atividades que antecedem a extração dessa cortina de estacas prancha devem ser corretamente planejadas a ponto de não causar custos extras de aluguel de equipamentos.


3. NÃO CONSIDERAR A ESTABILIDADE DO TALUDE DURANTE A ESCAVAÇÃO
Talude é qualquer superfície inclinada em relação à horizontal, que delimita uma massa de solo, ou outro material qualquer. Pode ser de origem natural, como encostas, ou modificadas pelo homem, que são os cortes e aterros, muitas vezes necessários na construção civil.

Quando há espaço no local de construção, pode ser viável vencer um desnível de solo sem uso de uma estrutura de contenção. Isso pode ser feito através de cortes, desde que mantenha a estabilidade natural da massa de solo, e para isso, devem ser consideradas as forças resistentes do maciço, e as forças atuantes no mesmo.

As forças resistentes são as que se opõe à ação do movimento de massa, em função da resistência ao cisalhamento do material, enquanto as forças atuantes são comumente gravitacionais ou de percolação, e induzem o deslizamento do solo ao longo da superfície de ruptura através de tensões cisalhantes mobilizadas. Dessa forma, a instabilidade do talude ocorre quando as tensões cisalhantes mobilizadas se igualam à resistência ao cisalhamento do solo.

Sendo assim, qualquer escavação deve ser muito bem executada, e verificada previamente, para que durante e após obras, não ocorram desabamentos do terreno que possam vir a colocar em risco a vida de pessoas e a integridade de bens.

3 erros que podem levar ao fracasso de obras de contenção

Independente do tipo de obra de contenção, é essencial contar com profissionais e empresas qualificadas desde a etapa de projeto e planejamento, até a execução. Obras que envolvem movimentação de terra são grandes causadoras de acidentes de trabalho por desmoronamento e soterramento. Conhecer onde está o perigo, portanto, é o primeiro passo para evitar esses acidentes.
SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR