Blog VPA Equipamentos | Obra com contenção de solo desaba no Paraná e coloca a Eng. Civil brasileira em alerta

Posts do Blog

Obra com contenção de solo desaba no Paraná e coloca a Eng. Civil brasileira em alerta

O Brasil assistiu mais um episódio triste na Engenharia Civil. O muro dos fundos de uma churrascaria em Londrina/PR desabou em decorrência de uma contenção mal planejada no terreno vizinho.

Obra com contenção de solo desaba no Paraná e coloca a Eng. Civil brasileira em alerta No dia 21 de Outubro de 2021, o Brasil assistiu mais um episódio triste na Engenharia Civil. O muro dos fundos de uma churrascaria, localizada na cidade de Londrina/PR desabou arrastando parte da estrutura do local e causando prejuízo financeiro enorme. Felizmente, o episódio não provocou nenhuma vítima, somente danos a estrutura e destruição de bens materiais que estavam lá localizados e que foram arrastados com o desabe, além dos danos, o estabelecimento prejudicado com o acidente causado pela obra vizinha foi forçado a interromper temporariamente suas atividades.



Obra de contenção desaba no Paraná


Episódios como esse, lamentavelmente ainda figuram notícias em nosso País e tal fato se dá pelo desprezo às práticas de escoramento e contenção de solos comumente adotadas para proporcionar segurança e evitar esse tipo de situação. As normas e práticas recomendadas para serem aplicadas em obras desse tipo são, na maioria das vezes vistas como “gasto desnecessário”, sobretudo em pequenas obras e acarretam em problemas incalculáveis no futuro, a exemplo do acidente em questão.

No local, será construído um barracão e devido o desnível com a estrutura vizinha, foi necessário realizar uma escavação e consequentemente uma contenção desta para impedir que o terreno desabasse, lamentavelmente foi exatamente o que ocorreu. Ainda não se sabe sobre as práticas de escoramento adotadas, porém, claramente houve um erro de planejamento, dimensionamento ou execução da contenção, que provocou prejuízos de grandes proporções.

Em relatos, os proprietários da churrascaria vizinha a obra, informaram que o muro que sustenta um portão começou a ceder e foram notadas rachaduras na estrutura do estabelecimento após o início da obra e em decorrência disso a equipe da churrascaria havia avisado a construtora sobre um risco de desabamento. Também ao lado da obra, há um prédio residencial com mais de 100 famílias, que teve uma das rampas de pedestres e a entrada de veículos interditada devido o risco de um novo desabamento.
SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR