Blog VPA Equipamentos | Obras com escavações: Interferências aéreas e subterrâneas

Posts do Blog

Obras com escavações: Interferências aéreas e subterrâneas

Em obras que envolvem escavações, como obras de drenagem, contenções, abertura de valas etc, é comum encontrar, principalmente em centros urbanos, interferências aéreas e subterrâneas, tais como redes de energia, tubulações enterradas, cabos, entre outros, que podem prejudicar e colocar em risco a escavação e os trabalhadores envolvidos no processo. Por isso, antes do início da movimentação de terra, é importante realizar o reconhecimento prévio da área.

Obras com escavações: Interferências aéreas e subterrâneas Em obras que envolvem escavações, como obras de drenagem, contenções, abertura de valas etc, é comum encontrar, principalmente em centros urbanos, interferências aéreas e subterrâneas, tais como redes de energia, tubulações enterradas, cabos, entre outros, que podem prejudicar e colocar em risco a escavação e os trabalhadores envolvidos no processo. Por isso, antes do início da movimentação de terra, é importante realizar o reconhecimento prévio da área.

Os principais pontos a serem avaliados no reconhecimento da área são:


  • Proximidade de árvores: Na identificação de árvores no local da escavação ou cercanias, as mesmas devem ser escoradas ou removidas, quando sua estabilidade estiver ameaçada pela execução dos serviços. Para remoção das mesmas, dependendo do local e do tipo de árvore, poderá ser necessária a autorização do órgão de proteção ambiental do município.
  • Possíveis tubulações enterradas: Podem ser encontrados tubos de instalações de água potável, águas pluviais, rede de esgoto, gás natural, entre outros. Para tanto, os proprietários ou as companhias fornecedoras deverão ser consultadas para verificação da existência ou não destas redes subterrâneas, a fim de evitar rompimentos de tubulações e outros transtornos.
  • Redes aéreas de energia e/ou comunicação que podem inviabilizar a movimentação de máquinas: se houver redes aéreas de energia, devem ser consideradas as dimensões do maquinário a ser utilizado durante a execução dos serviços para não ocasionar acidades envolvendo as redes elétricas e interrupção de fornecimento.
  • Redes enterradas de energia: quando em locais públicos, a concessionária de energia poderá ser consultada para a identificação e marcação de redes que passam no local da escavação. Os serviços de escavação só devem ser iniciados após a certificação da inexistência de redes elétricas subterrâneas. Caso constate-se a existência das mesmas, as fiações devem ser desviadas e interrompidas, a fim de evitar acidentes de trabalho e outros problemas.
  • Redes de líquidos ou gases inflamáveis e contaminantes: em áreas industriais, ou no entorno de postos de combustíveis, por exemplo, pode haver interferências de tubulações de substâncias tóxicas. Por isso é de extrema importância ter acesso aos projetos e locais de instalação das tubulações para identificação e sinalização das mesmas.

Sempre que constatada a interferência de redes subterrâneas, não dar seguimento às atividades sem antes receber orientação técnicas das concessionárias em relação às medidas a serem tomadas.

Mesmo com a realização das medidas preventivas citadas, fatos inesperados podem ocorrer ao decorrer da obra de escavação. Para tanto, é importante ter em mãos todos os números de telefone dos responsáveis pelos serviços afetados para casos de emergência, bem como elaborar um plano de emergência e procedimentos de resgate e kits de primeiros socorros no local de trabalho. É também recomendada a presença de técnicos de segurança do trabalho, que além de fiscalizar, informem aos trabalhadores envolvidos sobre todos os riscos existentes e potenciais medidas de segurança.

Além disto, outro fator a ser considerado em serviços de escavação é a estabilidade do solo de acordo com a profundidade da escavação e potenciais fontes de perigos que possam alterar as condições do solo, como fontes de vibração, alterações das condições atmosféricas, como chuvas, etc. Neste sentido, existem equipamentos apropriados que garantem a segurança de pessoas e instalações. Para aberturas de valas, usualmente é utilizada a blindagem de valas, que é um método ágil e seguro para o escoramento do solo através de chapas metálicas e travamentos, chamados estroncamentos modulares.

Blindagem Metálica de Vala

Já para obras que exigem contenções de solo ou água, o uso de estacas pranchas. é recomendado. É um método mundialmente utilizado, que possibilita a criação de vãos livres seguros para atuação dos trabalhadores.

Estaca Prancha Metálica

Trabalhos com escavação são de grande risco e são grandes causadores de acidentes de trabalho no Brasil. Entretanto, com medidas preventivas adequadas e o uso de métodos de proteção como blindagens de vala e estacas pranchas, os riscos são atenuados consideravelmente, tornando o local um ambiente seguro de trabalho.
SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR